CARREGANDO...

Type to search

Esporte Todas

Com período sem jogos, Botafogo busca técnico por ‘recomeço’ de temporada

Compartilhar
Com período sem jogos, Botafogo busca técnico por ‘recomeço’ de temporada


Após a demissão do técnico Alberto Valentim, a diretoria do Botafogo tem um período sem partidas para definir o novo treinador e “recomeçar a temporada”. Eliminado precocemente na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, a equipe alvinegra só estreia na Taça Rio no início de março e ainda aguarda a definição quanto aos confrontos na segunda fase na Copa do Brasil.

O clube passa por um período de transição – busca transformar o futebol em S/A – e a cúpula ainda traça um perfil desejado para o treinador. A ideia, porém, é buscar aproveitar esses dias livres de compromissos para conseguir acertar com o novo comandante e para que ele possa se adaptar ao elenco.

Em áudio vazado em outubro do ano passado, Calos Augusto Montenegro, ex-presidente e um dos membros do grupo de transição, já havia demonstrado que não gostaria que Valentim começasse 2020 à frente do time. Depois de algumas arestas aparadas, o técnico permaneceu no clube, mas, pressionado, não resistiu à derrota para o Fluminense, no clássico de ontem (9).

Em relação ao elenco, inicialmente, não deve acontecer mais chegadas, apesar da ideia de ter mais um centroavante para brigar por vaga com Pedro Raul. Com o meia japonês Honda, foram 13 nomes neste começo de 2020, tendo reforços para praticamente todos os setores.

Jair Ventura ‘curte’ volta

Em uma página no Instagram, Jair Ventura, técnico atualmente sem clube e que tem passagem pelo Botafogo, curtiu um comentário em que um torcedor pedia o retorno dele a General Severiano.

Alberto Valentim já tinha imaginado como faria para levar à frente o trabalho diário com o meia japonês Honda, anunciado como reforço alvinegro recentemente. O ex-treinador do time de General Severiano tinha escolhido o italiano para a comunicação.

Nos tempos de jogador, Valentim atuou por quase uma década no futebol da Itália – defendeu Udinese e Siena -, enquanto Honda jogou, entre 2014 e 2017, pelo Milan.

“Eu não falo inglês. Vou conversar em italiano. Ele jogou quatro anos no Milan, então vai ficar fácil essa comunicação”, disse, em entrevista ao “Seleção SporTV”, na última sexta-feira.

Fonte:UOL

Fonte:Leia Mais…

Tags:

You Might also Like

Comente

Your email address will not be published. Required fields are marked *